O leque de possibilidades que o Direito me deu

Linte > Blog > advogado > O leque de possibilidades que o Direito me deu
  • Bruno Calzavara
  • Nenhum comentário
capa_artigos---dia-do-adv__camila

Por Camila Vidal Marciano

Eu escolhi o Direito por gostar mais da área de humanas e por ter me apaixonado pela ideia de ajudar as pessoas a resolverem seus problemas através do meu trabalho, tornando a vida delas melhor. 

Eu tive boas experiências no Direito Clássico e aprendi muito com elas, mas eu sempre fui apaixonada pela área do Direito Empresarial e Contratos, e quando fiz pós graduação em ambas as áreas foi muito comentado o quanto a tecnologia estava chegando nessas áreas e modernizando o trabalho dos advogados. 

Me apaixonei pela ideia de ajudar as pessoas a resolverem seus problemas através do meu trabalho, tornando a vida delas melhor.

Posso dizer que o momento de transição não foi fácil, pois me deparei com a necessidade de aprender sobre ferramentas e determinas áreas que eu jamais imaginei aprender sendo advogada, porém com dedicação e estudo é super possível e enriquecedor.

Quando estamos na faculdade, escutamos muito que o direito tem um “leque de possibilidades”, e isso é bem verdade. O direito me trouxe a possibilidade de trabalhar com o Direito Clássico, de prestar concursos públicos, consultoria e hoje ainda desempenhando funções que misturam o Direito e a tecnologia.

Quando estamos na faculdade, escutamos muito que o direito tem um “leque de possibilidades”, e isso é bem verdade.

O Direito no futuro será cada vez mais tecnológico, mas não com um robô ocupando o lugar dos advogados como algumas pessoas acreditam, mas sim com a tecnologia auxiliando os advogados a realizarem um trabalho mais célere, de mais fácil entendimento a todos e até promovendo uma melhor qualidade de vida para o advogado, e ainda totalmente sem fronteiras, pois através da tecnologia podemos atender clientes ou trabalhar em empresas de qualquer lugar do mundo.

Este artigo faz parte de uma série que estamos publicando neste Mês do Advogado chamada Advogado Além do Direito. Para ler os artigos já postados, acesse:

A tecnologia não como substituta, mas aliada do Direito, por Lucas Duarte
Entre duas paixões: Direito e vendas, por Rafaela Marques
Como este quase advogado se apaixonou pelo Direito, por Bruno Correia

Open chat
Precisa de ajuda?
Fale com especialista